Como gerenciar dados na era da disrupção

blank

Agora, mais do que nunca, as empresas devem aprender a gerenciar dados diante da disrupção e da inovação. O ambiente de negócios de hoje exige que as empresas tomem decisões baseadas em dados em um ritmo sem precedentes, ao mesmo tempo em que reagem rapidamente às mudanças no comportamento e na demanda do consumidor. Para garantir que você possa usar seus dados com mais eficiência, aqui estão algumas dicas para gerenciar dados na era da disrupção.

Entenda por que

Uma das coisas mais importantes que qualquer empresa pode fazer é entender seus dados. A análise de dados revela informações e tendências valiosas, o que ajuda as empresas a tomar decisões mais inteligentes. Mas algumas empresas estão lutando com ferramentas de inteligência de negócios desatualizadas que não apresentam dados de uma maneira facilmente digerível. Felizmente, existem soluções mais recentes para essas empresas, que enfatizam painéis e visualizações em vez de relatórios complicados.

Não tente gerenciar seus dados manualmente

Hoje em dia, os dados estão ao nosso redor. Ele vem de todos os tipos de fontes diferentes, tornando incrivelmente fácil para pessoas e organizações perderem o senso de propósito quando se trata de dados. O Big Data deveria resolver esse problema integrando dados de várias fontes em algo coerente. Infelizmente, o Big Data provou ser incapaz de fazer esse trabalho – e é aí que entra a Integração de Dados.

A Integração de Dados garante que seus dados estejam organizados para que você possa usá-los de forma eficaz e tomar melhores decisões com base em informações reais. A integração de dados não é apenas juntar tabelas ou copiar dados; trata-se de entender como seus dados se relacionam com outros dados, para que você possa juntar tudo de uma maneira que faça sentido.

A integração de dados não é apenas limpar os dados existentes; também envolve a inserção de novos dados em seu sistema o mais rápido possível, para que você tenha acesso a tudo o que precisa a qualquer momento.

Escolha um provedor de soluções

Está se tornando cada vez mais importante para as empresas terceirizar algumas operações. Se você precisa de um sistema para análise de dados, software de planejamento de recursos empresariais (ERP) ou terceirização de processos de negócios (BPO), as empresas que mantêm os olhos abertos para novas soluções e consideram todos os fatores estarão mais bem posicionadas para o sucesso no mercado atual.

Muitas empresas ainda não têm seus dados unificados, resultando em mais confusão do que clareza. Por exemplo, um cliente pode ligar sobre um pedido, mas como os dados estão espalhados por vários sistemas, leva muito mais tempo para concluir as transações. Se sua empresa está analisando a análise de dados como parte de sua estratégia, é importante escolher um provedor de soluções com experiência em lidar com grandes volumes de dados e ajudar os clientes a extrair informações úteis deles.

Evite cometer esses erros

A visualização de dados é uma ferramenta poderosa para qualquer empresa, mas quem não sabe usá-la está ficando para trás. Se você tiver um software de visualização de dados (o Microsoft Power BI tem ótimas ferramentas para visualização), certifique-se de usá-lo. A análise de dados oferece insights valiosos, mas sem a integração adequada, eles também podem causar confusão e mais trabalho para os membros da equipe.

E se sua empresa estiver trabalhando com várias fontes de dados ou se seus dados de origem forem alterados com frequência, unifique-os rapidamente usando um sistema de integração de dados eficaz. O gerenciamento de dados não precisa ser difícil e, evitando esses erros comuns, você pode usar os sistemas de visualização de dados, análise de dados e integração de dados o mais rápido possível.

A visualização de dados nos permite ver as informações visualmente, para que possamos entendê-las e interpretá-las com mais facilidade. A análise de dados nos ajuda a determinar quais dados são úteis, além de extrair inferências dos dados.

Pense em integrar os dados primeiro e depois visualizá-los

O primeiro passo é a integração de dados, ou seja, garantir que todas as informações da sua empresa estejam armazenadas em um só lugar. Depois de ter isso, o que exige algum trabalho metódico, você pode visualizar seus dados.

Isso geralmente significa mapeá-lo em uma plataforma como Microsoft Power BI, Qlik ou IBM Cognos. Mas usar o software de visualização nem sempre é a melhor maneira de sua empresa coletar e entender seus dados.

Se você usa software de visualização, certifique-se de que alguém que entenda de análise de dados analise o que você está criando antes de apresentá-lo a qualquer outra pessoa. Você não quer que dados ruins conduzam seu processo de tomada de decisão. Um erro pode custar caro.

Alguns pontos de dados importantes a serem considerados ao visualizar dados:

  • Seus dados contam uma história?
  • Existe contexto suficiente para acompanhá-lo?
  • Que perguntas sua visualização responderá?
  • Quão fácil será para as pessoas encontrarem insights que não esperavam?
  • E quão fácil será para eles compartilhar esses insights com outras pessoas?

Estas são apenas algumas das muitas perguntas que devem guiá-lo na construção de qualquer ferramenta de visualização. Certifique-se de que você não está fazendo suposições sobre como os usuários irão interagir com sua criação e valide cada suposição antes do integrar os dados de distribuí-los.